Skip to main content
Xavier Veilhan. Romy And The Dogs
Xavier Veilhan, Romy And The Dogs
Xavier Veilhan, Romy And The Dogs

A cobertura visitável do MAAT é uma das suas aclamadas facetas arquitetónicas, emergindo como um íman para audiências que nem sempre visitam o museu. Com um novo miradouro à beira-rio, os arquitetos londrinos AL_A transformaram os espaços públicos do MAAT numa experiência turística de Lisboa. Xavier Veilhan foi o primeiro a intervir na cobertura do MAAT, com uma instalação escultórica especificamente concebida para a ocasião, Romy and the dogs, que respondeu às características deste espaço urbano único.

Apresentando novas estátuas em alumínio fundido de uma série em curso, Xavier Veilhan (n. 1963) propôs uma figura feminina e uma matilha de cães como os novos habitantes da quinta fachada do MAAT. Jogando com noções de escala, reconhecimento e estranheza, as figuras evocam também o modo como os artefactos produzidos digitalmente têm vindo a substituir os objetos artísticos tradicionais.

A inauguração da exposição foi planeada para coincidir com a ARCOlisboa, assinalando a primeira vez em que o público deste evento acedeu ao MAAT através da nova ponte pedonal, desenhada por Amanda Levete.

 

Patrocinador: Accenture
Apoio: Artworks

MAAT Gallery
MAAT Gallery
Indicates required field
Escolha o seu idioma
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Declaro que tomei conhecimento da política de privacidade e concordo que os meus dados pessoais sejam recolhidos pela Fundação EDP e tratados para cada uma das finalidades que assinalei.