Skip to main content
Mariana Caló e Francisco Queimadela. Meia-noite
Mariana Caló E Francisco Queimadela, Meia-noite
Mariana Caló E Francisco Queimadela, Meia-noite

Meia-noite, o meio da noite, o médium da noite. Penumbra e luz, sombra e brilho, contorno e densidade, movimento e suspensão. Matéria e imagem. Animal, vegetal, mineral. Som, ritmo, silêncio. A forma tangível do tempo. Meia-noite, título da exposição de Mariana Caló e Francisco Queimadela, duo cujo trabalho pluridisciplinar e multifacetado gravita em torno do movimento das imagens.

Mariana Caló (n. 1984) e Francisco Queimadela (n. 1985) criam frequentemente instalações complexas que combinam filmes, vídeos e imagens fixas com outros suportes, como o desenho, a pintura e a escultura. As suas obras interrogam de forma única as possibilidades da pesquisa artística enquanto metodologia de produção de conhecimento. As suas fortes preocupações ambientais e ecológicas e o seu interesse pelas relações entre o biológico, o vernacular e o cultural são questões constantes para o duo. Expandindo estas investigações, Meia-noite exibiu uma série de obras inéditas resultantes da recente utilização da cianotipia pela dupla, que a coloca em diálogo com diversos elementos escultóricos, instalativos e cinemáticos.

MAAT Central
MAAT Central
Indicates required field
Escolha o seu idioma
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Declaro que tomei conhecimento da política de privacidade e concordo que os meus dados pessoais sejam recolhidos pela Fundação EDP e tratados para cada uma das finalidades que assinalei.