Prémio Novos Artistas Fundação EDP 2022

exposições
Curadoria:
Luís Silva, Luísa Santos e Sara Antónia Matos

Prémio Novos Artistas Fundação EDP
14ª edição

Adriana Proganó, Andreia Santana, Bruno Zhu, Maria Trabulo, René Tavares e Rita Ferreira são os artistas finalistas do Prémio Novos Artistas Fundação EDP. O grupo de artistas participa numa exposição coletiva, a ser apresentada no maat, no âmbito da qual será atribuído o prémio.

Mais de 700 candidaturas foram analisadas por um júri de seleção que, nesta 14ª edição, foi composto por Luís Silva, Luísa Santos e Sara Antónia Matos, que serão também responsáveis pela curadoria da exposição. O júri constatou “o enorme mérito e a capacidade de trabalho dos artistas em Portugal.” Apesar da idade não ser critério de elegibilidade, na seleção final “colocou-se o foco numa geração de artistas com menos de 40 anos que se está a afirmar, pela qualidade conceptual e formal, na produção artística nacional e internacional. Ainda que trabalhando a partir de pressupostos formais, materiais e narrativos muito diferentes, a pesquisa dos nomeados 

Instituído em 2000, o Prémio Novos Artistas Fundação EDP é reconhecido como um dos mais significativos no panorama artístico nacional, tendo distinguido desde a primeira edição os artistas Joana Vasconcelos, Leonor Antunes, Vasco Araújo, Carlos Bunga, João Maria Gusmão e Pedro Paiva, João Leonardo, André Romão, Gabriel Abrantes, Priscila Fernandes, Ana Santos, Mariana Silva, Claire de Santa Coloma e Diana Policarpo. Ao longo de duas décadas de história, com dimensão pública crescente, o Prémio Novos Artistas contou com a participação de dezenas de artistas, mapeando a trajetória de sucessivas gerações do universo artístico nacional.

O vencedor da edição de 2022 será, uma vez mais, escolhido por um júri internacional durante o período da exposição.