PEDRO REYES: SANATORIUM

exposições
Curadoria:
Inês Grosso

Pedro Reyes: Sanatorium

Sanatorium, do artista mexicano Pedro Reyes, é uma instalação performativa em formato de clínica temporária que combina arte e psicologia. Concebida para o Guggenheim de Nova Iorque em 2011, foi depois apresentada em diferentes contextos e instituições, como a Whitechapel Gallery de Londres (2013) ou a dOCUMENTA (2013), em Kassel (2012).

Para esta obra, o artista concebeu uma série de terapias através da apropriação de técnicas de teatro, da psicologia Gestalt, do estado de fluxo, de atividades de grupo e jogos de construção de confiança, de coaching corporativo, do psicodrama, da hipnose, da sabedoria e da cultura popular. Conduzidos por pessoas comuns (não profissionais), os tratamentos placebo que compõem este projeto proporcionam espaços de encontro e diálogo, histórias e narrativas de vida que visam curar as doenças e maleitas associadas à vida contemporânea.

Apesar da sua dimensão lúdica e pedagógica, Reyes põe em cena alguns dos temas mais pertinentes da atualidade: a forma como o dia a dia nos grandes centros urbanos afeta a nossa saúde e qualidade de vida, a democratização do acesso à terapia, assim como outros assuntos relacionados com a nossa saúde mental e bem-estar emocional, social e psicológico.

No ano em que Sanatorium comemora o seu décimo aniversário e que o mundo luta contra a pandemia da Covid-19, o maat promove a primeira apresentação do artista em Portugal trazendo uma nova versão deste projeto para o espaço da Central Tejo.