Earth Bits — Sentir o Planeta

[explorations]
instalações

Earth Bits 
Sentir o Planeta

Instalação e design interativo: Dotdotdot


Earth Bits – Sentir o Planeta é uma instalação baseada em dados que foi encomendada ao estúdio de investigação e design interativo Dotdotdot. A exposição descodifica as complexidades da ciência climática, medindo a pegada de carbono provocada pelos humanos através de conteúdos gráficos e digitais, vídeos de animação e uma estação interativa.

Esta obra inédita foi desenvolvida com o apoio científico da Agência Espacial Europeia (ESA), da Agência International de Energia (IEA) e da EDP (Energias de Portugal) Inovação. As quatro partes da instalação demonstram a forma como o fluxo mundano das emissões humanas está ligado de forma vital aos biossistemas dos recursos terrestres, e apresentam as causas e os efeitos da rápida destruição que delas resulta.

Estes quatro momentos representam uma viagem gradual através de conjuntos interligados de fenómenos, escalas e perceções. Começando por contextualizar o tema com uma visualização de dados sobre a evolução dos padrões de consumo de eletricidade em Portugal ao longo do biénio 2019–2020, a instalação abre com um mural gráfico de 12 metros de comprimento que ilustra de forma meticulosa os mecanismos de recolha e extração que alimentam quase todas as nossas ações ao longo de 24 horas.

Num ambiente audiovisual e imersivo separado, surgem duas componentes em interação. A primeira é o “misturador de CO2” — uma consola interativa para múltiplos utilizadores com uma interface gráfica animada, concebida para identificar o impacto ambiental das ações humanas individuais, medidas através da sua pegada de carbono. Ao inserir valores individuais, i.e., escolhas, nos controladores em categorias como Nutrição, Mobilidade e Habitação, o interface animado calcula e apresenta os seus efeitos acumulados em diferentes escalas territoriais; permite também consultar e comparar dados qualitativos e quantitativos acerca do impacto negativo das práticas industriais e das tendências consumistas, e ainda calcular os efeitos em relação às previsões de aquecimento formuladas por diferentes políticas e cenários de ação a nível mundial. Um programa de sonorização de dados concebido para a instalação estabelece ligações entre a consola e uma paisagem musical que espelha os graus mensurados de impacto negativo ou positivo. A segunda é um vídeo compilado com dados recolhidos através do Copernicus, da ESA, um programa de “sentinelas” que analisam e monitorizam a Terra. Através de imagens e dados de satélite originais, esta posição cosmológica estratégica oferece uma perspetiva e explicação da correlação histórica entre o aumento da emissão antrópica de gases com efeito de estufa (GEE) e fenómenos que destroem o ambiente, como cheias, secas e incêndios.

Earth Bits é um projeto em dois anos, e a segunda fase será lançada em março de 2022 com conteúdos adicionais e atualizados. Este projeto é viabilizado por uma parceria continuada com a Novo Verde e a ERP (European Recycling Platform) Portugal.

Este projeto inaugura o maat Explorations, um enquadramento programático lançado em 2021 que inclui uma série contínua de exposições e de projetos públicos e educativos que mergulham na temática multifacetada da transformação ambiental a partir de várias perspetivas académicas e experimentais.

Para mais pormenores sobre programas públicos relevantes e para mais informações sobre a série de projetos desenvolvidos pelo recém-criado maat Climate Collective, visite a secção In Time deste site e a nossa plataforma digital, maat ext. 

Instalação:
Instalação e design interativo:
Dotdotdot
(Sara Maniscalco, Alessandro Masserdotti, Fabrizio Pignoloni, Ambhika Samsen, Nicola Ariutti, Tiziano Berti, Martina Merigo, Federica Mandelli, Laura Dellamotta, Daniele Ciminieri, Michele Invernizzi)

Em parceria com:
Novo Verde
ERP (European Recycling Platform) Portugal

Patrocinadores:
Agência International de Energia

Com o apoio científico de:
Agência Espacial Europeia
Portugal Space 
EDP Inovação
(Alexandre Gouveia, André Botelho, António Vidigal, Christina Lock, Hugo Albuquerque, Luís Manuel, Mário Guerreiro, Nuno Rodrigues, Pedro Miguel Ferreira, Pedro Tavares Ferreira)
EDP Sustentabilidade – Clima e Ambiente
(Ana Júlia Pinto, Pedro Paes, Sara Goulartt)
EDP Distribuição
(Anderson Soares, António Amorim, Hugo Craveiro, Isabel Fonseca, Samuel Pinto)