Skip to main content
Carlos Bunga, The Architecture of Life. Environments, Sculptures, Paintings and Films
MAAT Central

“O meu projeto é uma espécie de arquitetura; não é um espaço real, mas uma ideia mental.” As estruturas esculturais e de pintura de Carlos Bunga sugerem a arquitetura como corpo e espaço mental. A exposição no MAAT começava com uma pequena maqueta de habitação social onde o artista cresceu. O início de uma viagem desde a miniatura ao monumental. Usando apenas cartão e tinta, Bunga constrói maquetas arquitetónicas fantásticas, peças de mobília como esculturas e pinturas enquanto ambientes imersivos.

As obras de Carlos Bunga (n. 1976) conjugam uma poderosa materialidade com a evocação de estados psíquicos. Animado por filmes das suas ações e atuações, assim como documentação de uma década de obras, este é o primeiro grande panorama da obra de Bunga. Encenando ciclos de construção e destruição, Bunga explora estados de destituição e de nomadismo; a natureza da experiência espacial; e o potencial criativo e simbólico de uma ruína.

On
No
Curadoria
Iwona Blazwick
Carlos Bunga, The Architecture of Life. Environments, Sculptures, Paintings and Films
MAAT Central

“O meu projeto é uma espécie de arquitetura; não é um espaço real, mas uma ideia mental.” As estruturas esculturais e de pintura de Carlos Bunga sugerem a arquitetura como corpo e espaço mental. A exposição no MAAT começava com uma pequena maqueta de habitação social onde o artista cresceu. O início de uma viagem desde a miniatura ao monumental. Usando apenas cartão e tinta, Bunga constrói maquetas arquitetónicas fantásticas, peças de mobília como esculturas e pinturas enquanto ambientes imersivos.

As obras de Carlos Bunga (n. 1976) conjugam uma poderosa materialidade com a evocação de estados psíquicos. Animado por filmes das suas ações e atuações, assim como documentação de uma década de obras, este é o primeiro grande panorama da obra de Bunga. Encenando ciclos de construção e destruição, Bunga explora estados de destituição e de nomadismo; a natureza da experiência espacial; e o potencial criativo e simbólico de uma ruína.

On
No
Curadoria
Iwona Blazwick
Indicates required field
Escolha o seu idioma
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Declaro que tomei conhecimento da política de privacidade e concordo que os meus dados pessoais sejam recolhidos pela Fundação EDP e tratados para cada uma das finalidades que assinalei.